segunda-feira, 16 de abril de 2012

Eternos


Aos meus queridos Eternos que as encruzilhadas dos passos nos proporcionam o reencontro.
Vocês que são a extensão dos meus Deuses Antigos e amados que de mim fluem para se manifestarem em vós e retornarem ao que sou...
Que a Terra com sua energia próspera possa ser o alicerce de nosso caminhar;
Que o Ar possa ser o sopro que nos move, une e alimenta nossos pensamentos;
Que os rios e oceanos internos movam nossos pensamentos e emoções dentro deste fluxo de poder;
Que o Fogo Sagrado seja sempre a chama acesa que nos “religa” a totalidade da qual somos e seremos sempre...
Com amor, respeito, carinho e devoção a todos os Meus, aos quais serei sempre de vós. Eternos!

Um comentário:

  1. Belo poema, traduz o momento e o futuro, a alegria e a esperança.

    beijos

    ResponderExcluir